Comece com o pé direito: aprenda a investir da maneira certa

Investir é uma das maneiras mais comuns de fazer seu dinheiro crescer. Você pode começar a investir com apenas algumas centenas de reais se quiser começar devagar. Pouco a pouco você vai entendendo e construindo seu perfil de investidor.

Entretanto, por mais que seja algo muito benéfico e vantajoso, é preciso tomar alguns cuidados para que não se torne algo prejudicial para a sua vida financeira, principalmente para os investidores iniciantes. Neste artigo vamos mostrar alguns dos principais erros de investimento no mercado financeiro para você evitar!

Foto: (reprodução/internet)

1. Não ter um plano

Criar um plano o ajudará a alcançar seus objetivos financeiros. Estabeleça um horário regular para revisar seu plano de investimento e certifique-se de que, se suas metas financeiras (os motivos pelos quais você está investindo) mudaram, seu plano também pode mudar.

Ter um plano também o ajudará a escolher seu ativo de alocação para uma meta de curto prazo e longo prazo. Tente mesclar investimentos de renda fixa e renda variável.

Seu plano deve ser específico e realista e incluir informações sobre sua tolerância ao risco, estratégia de investimento, alocação de ativos e quando e como seu portfólio deve ser rebalanceado. Aliás, isso é algo essencial para investidores iniciantes, principalmente no início da carteira de investimentos.

Foto: (reprodução/internet)

CONFIRA MAIS: Quais são os principais riscos de investimento?

2. Não entender como funciona um investimento

Isso é algo comum para investidor iniciante, por isso, pesquise os investimentos antes de tomar uma decisão. Esta é uma etapa importante porque garante a você:

  • Compreender os riscos associados ao investimento, incluindo as perdas ou retornos potenciais;
  • Considere como isso se encaixa em seu portfólio existente;
  • Conheça as taxas que você pagará e quaisquer penalidades por saque antecipado.

Aprenda sobre os diferentes produtos de investimento: como eles funcionam, seus riscos e se podem ser adequados para você. Assim, você evitará um dos principais erros.

3. Investir em algo “moderno”

Alguns investimentos se popularizam pela mídia, pelo endosso de celebridades ou por serem novos no mercado. Os amigos também podem recomendar investimentos a você porque eles os escolheram para si próprios.

Embora possa ser tentador e reconfortante concordar com as decisões de um grupo maior, os investidores individuais devem ter cuidado ao participar desse tipo de ‘comportamento de manada’, as vezes é só uma febre de curto prazo.

4. Excesso de confiança

Nosso excesso de confiança pode ser agravado pela maneira como olhamos para novas informações, tendemos a olhar para essas informações de uma forma que confirma nossas crenças anteriores.

Assim, durante um mercado em alta quando os investimentos geralmente têm um bom desempenho, podemos decidir que são as nossas decisões de negociação que nos proporcionam retornos mais elevados.

E durante um mercado baixista quando os investimentos têm um desempenho ruim, culparemos o mercado e manteremos nossa convicção de que ainda somos bons operadores.

Esses são erros comuns de investidor iniciante, entretanto, tente evitar esse excesso de confiança, principalmente em investimentos de renda variável e comece a entender quais são os melhores investimentos para você.

5. Perseguição de desempenho

O desempenho passado não é um indicador de desempenho futuro. Esta é uma grande lição para investidores novos e experientes. Se um investimento foi bem no ano passado, ele pode ir mal neste ano.

Concentre-se em encontrar investimentos que se encaixem bem em seu plano financeiro geral e que se encaixam no seu nível de risco.

6. Falta de diversificação

Diversificação (manter investimentos de uma variedade de diferentes categorias de ativos, setores e geografias) pode ajudar a reduzir o risco geral em seu portfólio. Aqui estão alguns motivos para diversificar:

  • Nem todos os tipos de investimentos têm um bom desempenho ao mesmo tempo.
  • Diferentes tipos de investimentos são afetados de forma diferente por eventos mundiais e mudanças em fatores econômicos, como taxas de juros, taxas de câmbio e inflação cotações.
  • A diversificação permite que você crie uma carteira cujo risco é menor do que os riscos combinados dos títulos individuais.

Se seu portfólio não for diversificado, será arriscado. Você não obterá um retorno médio mais alto por aceitar o risco desnecessário.

Conclusão

Investimento de renda fixa, a longo prazo, na bolsa de valores, em ações ou em qualquer tipo de investimento, é muito importante que você vá com calma até que entenda seu perfil de investidor e não se comparar à risca ao perfil de investidor dos investidores que estão há mais tempo no mercado.

Assim, você cada vez mais crescerá e cometerá menos erros de investidores iniciantes. Seguindo essas dicas, você já está pronto para começar a se aventurar no mercado de ações e investimento.-

Artigos Relacionados