8 dicas para manter suas finanças pessoais e empresariais separadas

A capacidade de distinguir entre finanças pessoais e empresariais é extremamente importante. A criação de uma conta individual para sua empresa ajudará a diferenciar os gastos pessoais e comerciais e ajudará em caso a Receita Federal questionar a legitimidade de sua empresa.

Ter contas separadas também ajuda a manter e aumentar a credibilidade que a sua empresa tem. Isso além de, claro, tornar as funções e o trabalho mais organizado e eficiente para você e quem trabalha na empresa. Neste artigo vamos mostrar algumas dicas para você conseguir organizar separadamente as finanças.

Cartão de crédito empresarial

Depois de abrir uma conta bancária empresarial, você também deve possuir um cartão de crédito empresarial. Assim como abrir uma conta, um cartão de crédito empresarial permitirá que você faça compras em um cartão comercial separado e torna fluxo de caixa e o planejamento financeiro mais organizado.

Isso o ajudará a evitar a tentação de fazer compras comerciais com seu cartão pessoal e o controle financeiro se tornará mais eficiente. Outro benefício de usar o cartão de crédito empresarial é que ele o ajudará a criar crédito para sua empresa.

Você pode acompanhar quanto está gastando com sua empresa todos os meses, fazer seus pagamentos mensais e ver a pontuação de crédito de sua empresa crescer. Sempre mantenha as contas pessoais e despesas pessoais separadas das contas empresariais.

Foto: (reprodução/internet)

VEJA TAMBÉM: 5 motivos pelo qual é importante você fazer um fundo de emergência

Mantenha seus recibos separados

Para distinguir ainda mais os gastos de pessoa física de pessoa jurídica, mantenha seus recibos comerciais de fluxo de caixa e tudo mais em um local separado dos recibos pessoais. Assim, você terá um controle financeiro muito maior e a sua gestão financeira será totalmente controlada.

Quando chegar a hora de declarar impostos, você terá um sistema organizado que permitirá que você acesse facilmente os documentos de suas finanças pessoais e comerciais, sem confundir os dois.

Determine como estruturar seu negócio

Quer seja o único proprietário, corporação ou formando uma LTDA, a estrutura legal do seu negócio basicamente ditará tudo, desde o seu risco e responsabilidade até como a Receita Federal recuperará os impostos de sua empresa.

Para tomar a melhor decisão, reserve um tempo para discutir suas opções com um advogado, um contador e um planejador financeiro.

Defina um salário para você

Outra dica para manter as finanças pessoais e comerciais separadas é pagando a si mesmo. Distribuir um salário pode ajudar os proprietários de empresas a isolar a linha entre os lucros pessoais e os negócios, em vez de tirar dinheiro de seus negócios de maneira aleatória.

Oferecer a si mesmo um contracheque regular não só aumentará as chances de sucesso do seu negócio, mas também o manterá dentro do seu orçamento pessoal, uma melhor gestão financeira, saúde financeira e uma vida pessoal mais organizada.

Obtenha um CNPJ

Você pode usar seu CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) em vez de seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) ao preencher documentos fiscais comerciais, abrir contas bancárias comerciais e cartões de crédito e muitas outras atividades comerciais.

Seu CNPJ atribuído ajudará a separar ainda mais suas atividades pessoais e comerciais para ajudar a traçar claramente a linha entre as duas e facilitar mais ainda a gestão financeira de ambas.

Alinhe com sua empresa

Você pode ter decidido tomar as medidas necessárias para separar suas finanças pessoais e comerciais. Ainda assim, você também deve educar o restante dos membros de sua empresa.

Certifique-se de comunicar claramente as práticas que você implementar para manter todos na mesma página e criar eficiência em toda a empresa. Criar um limite entre suas despesas pessoais e comerciais será muito mais fácil se todos os outros estiverem cientes dessa divisão.

Traduzido e adaptado por equipe Fuzzy

Fonte: Fortune Builders

Artigos Relacionados